Começa julgamento de senador pelo Alasca acusado de corrupção

Washington, 25 set (EFE).- O senador republicano pelo Alasca Ted Stevens comparece hoje a um tribunal dos EUA, acusado de corrupção, poucas semanas antes das eleições nas quais coloca seu cargo em jogo e nas quais a candidata à Vice-Presidência de seu partido é a governadora de seu estado, Sarah Palin.

EFE |

Stevens enfrenta uma dura disputa eleitoral com o prefeito de Anchorage, o democrata Mark Begich, e os observadores políticos afirmam que suas possibilidades de obter um sexto mandato no Senado dependem em grande medida do julgamento que começa hoje.

A Promotoria afirma que Stevens não informou devidamente sobre as renovações realizadas em sua casa do Alasca, pelas quais pagou à companhia petrolífera Veco, e sobre outros favores recebidos por esta empresa.

Segundo a acusação, Stevens recebeu bens e serviços no valor de mais de US$ 250 mil, que incluem a construção de mais um andar e a construção de uma garagem e um terraço em sua residência, assim como o recebimento de um jipe novo, que foi trocado por um automóvel mais velho.

O senador não está sendo acusado de receber subornos, mas a Promotoria afirma que "pôde usar, e usou, sua posição oficial e seu cargo em favor da Veco".

Stevens, em uma declaração à imprensa na última semana, disse que ele pediu um julgamento expresso, e que espera que todo o trâmite esteja concluído antes das eleições de 4 de novembro, dia no qual, além das eleições presidenciais, acontecem os pleitos legislativos parciais e outras consultas de diferentes níveis.

"Estou contente que haja um julgamento, pois já declarei minha inocência das acusações feitas contra mim. Penso que o processo demonstrará esta inocência" declarou. EFE jab/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG