Começa julgamento de dois paramilitares colombianos nos EUA

Dois paramilitares colombianos extraditados por Bogotá aos Estados Unidos se apresentaram nesta quarta-feira perante um juiz federal em Miami, Flórida, para serem julgados por narcotráfico e lavagem de dinheiro, constatou um jornalista da AFP.

AFP |

Algemados nos tornozelos e nos punhos, Ramiro Vanoy-Murillo, conhecido como "Cuco Vanoy", e Francisco Zuluaga-Lindo, conhecido como "Gordo Lindo", compareceram acompanhados de seus advogados diante do juiz William Turnoff, do distrito sul da Flórida, que leu seus direitos e os manteve detidos em uma prisão do centro de Miami.

O magistrado determinou a audiência dos dois paramilitares para o dia 4 de junho na qual serão acusados formalmente e "não terão direito à fiança", segundo o advogado que os representa, Dennis Urbano.

Extraditados pela Colômbia, Vanoy e Zuluaga chegaram terça-feira à Miami em aviões da DEA, a agência governamental antinarcóticos, como parte de um grupo de 13 paramilitares de extrema-direita, que serão julgados em pontos distintos do país por acusações ligadas ao narcotráfico, além de distribuição e exportação de cocaína.

Os detidos se limitaram a responder ao juiz seus nomes completos e idade.

Os julgamentos dos demais envolvidos serão realizados, além do estado da Flórida, em Nova York, Texas e no distrito de Columbia, em Washington.

jco/cl/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG