Começa julgamento de dinamarqueses pró-Farc

O julgamento em apelação de seis dinamarqueses condenados pela venda de camisas com a renda revestida para as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e a Frente Popular de Libertação da Palestina (FPLP) teve início nesta quinta-feira no Supremo Tribunal de Copenhague.

AFP |

Dois acusados foram condenados em setembro a seis meses de prisão e outros quatro a penas entre dois e quatro meses de prisão, que não precisaram ser cumpridas, pelo apoio às duas organizações, que integram as listas terroristas da União Europeia e dos Estados Unidos.

Um sétimo acusado, um vendedor ambulante que colou os cartazes das camisas em sua barraca, foi absolvido.

A empresa Fighters+Lovers, que produz e vende as polêmicas camisas, alega que luta pela liberdade e não a favor do terrorismo.

O site da empresa foi fechado em 2006, mas voltou a funcionar mais tarde por decisão judicial.

sa/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG