Começa funeral do presidente guineano Lansana Conté

Dacar, 26 dez (EFE).- O funeral de Estado pelo presidente da Guiné falecido na segunda-feira passada, Lansana Conté, começou hoje, com a realização de vários atos de homenagem durante todo o dia, antes que o corpo do líder seja levado a Lasanaya, sua localidade natal e onde será enterrado.

EFE |

Milhares de pessoas, na maioria vestidas de branco - cor do luto neste país - foram ao Palácio do Povo para assistir à homenagem oficial na presença dos autoridades do anterior regime, informam as emissoras de rádio internacionais.

Entre as personalidades presentes, está o presidente de Serra Leoa, Ernest Bai Koromo, e foi anunciada a chegada em breve dos presidentes da Libéria, Ellen Sirleaf Johnson, e da Costa do Marfim, Laurent Gbagbo.

Os outros países-membros da Comunidade Econômica dos Estados de África Ocidental (Cedeao) e da União Africana (UA), são representados por delegações ou diplomatas, segundo as mesmas fontes.

Após a cerimônia oficial no Palácio do Povo, o presidente receberá uma homenagem popular em um estádio, e depois acontecerá um ato religioso em uma mesquita da capital.

À tarde, Lansana Conté será enterrado em Lasanaya, localidade situada 120 quilômetros ao noroeste da cidade de Conacri.

Enquanto isso, os membros do Exército que deram um golpe de Estado poucas horas depois da morte de Conté se consolidaram ontem no poder, após a rendição das autoridades constitucionais e dos altos comandantes das Forças Armadas que não participaram da ação.

O Conselho Nacional para a Democracia e o Desenvolvimento, uma comissão interina liderada pelo capitão Moussa Dadis Camara, prometeu que haverá eleições em 2010, mas, segundo a Constituição, o pleito deveria acontecer 60 dias depois do falecimento do presidente. EFE st/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG