Começa em Paris conferência para ajudar em reconstrução do Afeganistão

Paris, 12 mai (EFE).- A ajuda internacional para a reconstrução do Afeganistão está no centro das atenções da conferência que reúne hoje, em Paris, dezenas de delegações que pretendem ir à frente com compromissos de auxílio ao país, que abranjam aspectos políticos, sociais e de segurança.

EFE |

Delegações de 67 países e de 17 entidades internacionais anunciaram sua presença nesta conferência, aberta pelos presidentes da França, Nicolas Sarkozy, e do Afeganistão, Hamid Karzai.

Os organizadores franceses evitaram quantificar as doações esperadas, e advertiram que não se deve confiar que será possível conseguir os US$ 50 bilhões para cobrir o plano afegão de desenvolvimento para o período 2008-2013.

Além da questão dos fundos, esta reunião deve servir para unificar a estratégia internacional para a reconstrução do Afeganistão, sete anos depois da intervenção militar liderada pelos Estados Unidos e da queda do regime fundamentalista islâmico dos talibãs.

Desde que se iniciou essa intervenção, a comunidade internacional prometeu US$ 25 bilhões, e as entregas efetivas foram de US$ 15 bilhões, em boa parte para firmas ocidentais encarregadas da segurança.

Os atores podem expor em Paris seus pontos de vista sobre a delicada situação de um país que segue convivendo com a violência dos talibãs e o terrorismo da Al Qaeda, e que sofre graves problemas de corrupção e de tráfico de drogas.

Os organizadores confiam em uma reorientação das ajudas, com uma transferência crescente de responsabilidades ao Governo afegão que, paralelamente, deve oferecer como contrapartida uma melhor gestão em termos de governança. EFE ac/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG