Começa eleição para governador regional de Chuquisaca, na Bolívia

Sucre (Bolívia), 29 jun (EFE) - O departamento boliviano de Chuquisaca, cuja capital é Sucre, começou hoje às 8h a jornada eleitoral para escolher o governador regional, com apelos à paz e denúncias contra a imprensa.

EFE |

O presidente da Corte Departamental Eleitoral (CDE), Víctor Luis Sánchez, anunciou o início das eleições em um colégio do centro de Sucre pedindo calma e criticando o canal estadual e outro local de oposição por seguir emitindo propaganda eleitoral.

A votação, à qual estão convocadas mais de 210 mil pessoas para escolher o governador regional, começa também marcada pelas denúncias de um suposto atentado contra canais de televisões na noite passada, quando um incêndio na zona onde ficam as antenas retransmissoras provocou um blecaute.

Além disso, as autoridades eleitorais pediram que sejam evitados choques entre os partidários do presidente boliviano, Evo Morales, e as organizações de oposição.

O pleito de hoje tiveram que ser antecipados após o governador regional anterior, o governista David Sánchez, fugir ao Peru durante os tumultos de novembro nos quais três pessoas morreram e pelo menos 300 ficaram feridas.

Então, os residentes protagonizaram um violento protesto contra a Assembléia Constituinte, que tinha excluído de sua agenda o debate sobre a mudança dos poderes Executivo e Legislativo de La Paz a sua cidade, capital histórica da República.

A favorita nas pesquisas, o indígena quíchua Savina Cuéllar, apoiada pelos movimentos cívicos de oposição de Sucre, deve votar às 10h (11h em Brasília) em um bairro do centro da cidade.

Por sua parte, o candidato governista e segundo nas pesquisas, o sociólogo e ex-ministro Walter Valda, comparecerá a votar à mesa instalada no aeroporto por volta das 11h (12h em Brasília). EFE az/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG