Começa a funcionar "Plano B" em mina onde mineiros estão presos no Chile

Familiares acreditam que no final de outubro ou começo de novembro, os mineiros estarão na superfície

EFE |

O ministro de Mineração chileno, Laurence Golborne, confirmou neste domingo que a máquina T-130, a perfuradora que as autoridades denominaram como "Plano B", começou a realizar seu trabalho na jazida onde 33 mineiros continuam presos desde o dia 5 de agosto.

Em entrevista coletiva no acampamento "Esperanza", local da mina, Golborne disse que começou o mencionado plano "embora 30 minutos mais tarde".

EFE
Nova máquina começa a trabalhar

A T-130 começou a perfurar de forma paralela à galeria que executa a gigantesca máquina Strata 950, que segundo a autoridade já alcançou 70 metros de profundidade.

A perfuração com a máquina alargará uma das sondas utilizadas para se comunicar com a galeria e transformá-la em uma eventual via de evacuação.

Nos próximos dias se espera a chegada da terceira alternativa para poder resgatar os mineiros: uma máquina de sondagem de petróleo cedida pela ENAP e que está no porto de Iquique, no norte do Chile.

Golborne assinalou que os especialistas estimam que os operários presos a 700 metros de profundidade poderiam ser resgatados no começo de dezembro, embora a maioria dos familiares consultados pela Agência Efe, acreditam que no final de outubro ou começo de novembro eles estarão na superfície.

    Leia tudo sobre: mineirosplano b

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG