Lisboa, 25 jul (EFE).- Os governantes das oito nações que falam português abriram hoje a 7ª Cúpula da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), centrada na promoção internacional do idioma e na cooperação entre os membros.

Participam da cúpula o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os chefes de Estado de Portugal, Aníbal Cavaco Silva; Cabo Verde, Pedro Pires; Guiné-Bissau, João Bernardo Vieira; São Tomé e Príncipe, Fradique de Menezes, e Timor-Leste, José Ramos-Horta.

Angola está representada por seu primeiro-ministro, Fernando Dias dos Santos, e Moçambique pelo ministro de Exteriores, Oldemiro Balói.

O encontro conta ainda com a presença do primeiro-ministro português, José Sócrates, e de outras autoridades das nações associadas ao organismo, criado em 1996, assim como de observadores e de vários organismos internacionais de cooperação convidados.

Os trabalhos da cúpula começaram na quinta-feira com uma reunião de ministros na qual foi autorizada a entrada do Senegal como observador da CPLP (condição que já possui Guiné Equatorial e as Ilhas Maurício). No foi incluída na agenda a entrada do Marrocos, adiada para a próxima cúpula bienal.

Estas decisões, assim como uma declaração final sobre cooperação e ações da comunidade de língua portuguesa nos domínios cultural, político e econômico, deverão hoje ser ratificadas pela cúpula de chefes de Estado. EFE ecs/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.