Comboio militar com soldados dos EUA é atacado no sul das Filipinas

Zamboanga (Filipinas), 20 nov (EFE).- Um comboio militar filipino com tropas dos Estados Unidos foi atacado por supostos membros do grupo terrorista Abu Sayyaf em uma emboscada na ilha de Jolo, no sul do arquipélago, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

No ataque ao comboio com vários veículos militares americanos, ficou ferido um suposto membro do Abu Sayyaf, grupo que os Governos de Filipinas e EUA vinculam à rede terrorista Al Qaeda, informou o coronel filipino Eugenio Clemen.

Clemen, que não divulgou o número de soldados americanos que viajavam a bordo dos veículos da 3ª Brigada de Marines do Exército filipino, afirmou que nenhum militar ficou ferido.

Segundo o Governo filipino, as tropas americanas posicionadas em Jolo realizam missões de ajuda humanitária entre a população local, de maioria muçulmana.

Este ataque aconteceu na última terça poucas horas após a captura de um suposto especialista em bombas do Abu Sayyaf, também em Jolo, a 980 quilômetros ao sul de Manila, informaram hoje fontes militares.

O Exército filipino identificou o detido como Almid Jundam, a quem acusam da tentativa frustrada de realizar um atentado à bomba no aeroporto da ilha e de plantar um explosivo na catedral de Zamboanga, cidade de maioria cristã e a 890 quilômetros ao sul de Manila.

O Abu Sayyaf foi fundado em 1991 por um grupo de ex-combatentes da guerra do Afeganistão contra a União Soviética, e dos 3 mil membros com os quais chegou a contar no ano 2000, foi reduzido a centenas de membros dedicados a seqüestros e extorsão no sul das Filipinas para financiar suas atividades. EFE rp/wr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG