Combates no Sri Lanka deixam 35 mortos

Pelo menos 35 pessoas morreram no Sri Lanka em combates entre os separatistas tâmeis e o exército, que tenta se apoderar da capital política da rebelião no norte da ilha, informou nesta sexta-feira o ministério da Defesa.

AFP |

O exército cingalês assegurou na véspera que se encontra a apenas quatro quilômetros da cidade de Kilinoshi, onde se enconta o número um dos Tigres da Libertação do Eelam Tâmil (TLET), Velupillai Prabhakaran.

A tomada dessa localidade constituiria um grave revés para a guerrilha tâmil, depois de 36 anos de conflito.

Colombo lançou uma vasta ofensiva terrestre e aéra no norte do país, uma parte do qual está sob o controle dos TLET, ocasionando, diariamente, dezenas de mortos em ambos os lados.

Desde 1972, os rebeldes tâmeis, hindus, lutam pela independência do norte e do nordeste do Sri Lanka, um país de 20 milhões de habitantes, povoado 75% por cingaleses budistas.

Cerca de 70.000 pessoas já morreram em três décadas de combates.

mg-nr/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG