Pelo menos 28 guerrilheiros separatistas tâmeis e oito soldados morreram, e outros 60 combatentes ficaram feridos em combates registrados no norte do Sri Lanka, segundo informou hoje o Ministério da Defesa cingalês.

Pelo menos 17 guerrilheiros morreram este domingo quando as tropas tomaram vários postos da guerrilha dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE), em uma ofensiva na região de Weli Oya (norte).

O ministério informou sobre a morte de sete soldados e o desaparecimento de um outro, enquanto 19 militares ficaram feridos nos combates, que ainda continuam.

Além disso, outros 11 guerrilheiros dos LTTE e um soldado morreram este domingo, em choques registrados nas regiões nortistas de Mannar e Vavuniya.

Por sua parte, um portal de internet próximo aos rebeldes assegurou que o grupo iniciou uma "feroz contra-ofensiva em Weli Oya".

Segundo assegurou o site, até o momento morreram na operação 15 soldados, ao tempo que outros 25 teriam ficado feridos.

Leia mais sobre: Sri Lanka

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.