Combates no Afeganistão matam 19 supostos talibãs

Cabul, 1º jun (EFE).- Pelo menos 19 talibãs, entre eles quatro supostos líderes da insurgência, morreram em combates travados em vários pontos do Afeganistão contra as forças de segurança locais e as tropas da coalizão liderada pelos Estados Unidos, informou hoje o comando militar americano em comunicado.

EFE |

Segundo a nota, um grupo de insurgentes atacou ontem uma patrulha da Polícia afegã no distrito de Andar, na província de Ghazni, no leste do país.

Forças afegãs e americanas socorreram a patrulha policial e abriram fogo contra os insurgentes. O pedido de apoio aéreo e o conseguinte bombardeio da aviação dos EUA matou cinco supostos talibãs, segundo a nota.

Ainda segundo o comando militar americano, outros 11 insurgentes foram detidos. Três policiais afegãos ficaram feridos durante os combates.

Também ontem, na província de Uruzgan, a Polícia afegã e as tropas da coalizão mataram dois supostos talibãs depois de um grupo armado ter atacado dois postos policiais, segundo os EUA.

Já na província de Farah, o Exército afegão e as tropas americanas realizaram duas novas ofensivas nas quais mataram quatro supostos comandantes talibãs e oito insurgentes.

As duas operações ocorreram no distrito de Khaki Safeed e terminaram com a morte de três mulás, identificados como Sadiq, Salam e Faizullah, além de um insurgente chamado Fazel Ahmad que tinha "vínculos estreitos" com a cúpula talibã, segundo outro comunicado do comando americano.

O sul e o leste do Afeganistão sofrem com a atuação da insurgência talibã e de outros grupos armados como a rede terrorista Haqqani. EFE nh-mb-amp/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG