Nova Délhi - Dois combates registrados nas últimas horas na região indiana da Caxemira terminaram com seis insurgentes e dois soldados mortos, informaram hoje diferentes fontes oficiais.

O combate mais intenso aconteceu no distrito de Poonch, onde o Exército matou hoje quatro supostos insurgentes na área montanhosa de Mendhar, disse o porta-voz militar D.K. Kachari para a agência indiana "Ians".

"O Exército matou quatro insurgentes na operação da área florestal e montanhosa de Pati Tar, em Mendhar. O processo de identificação está para começar e a operação continua", declarou Kachari.

Na noite da última quinta, dois soldados morreram no início da operação realizada para acabar com um grupo de insurgentes da organização separatista Lashkar-e-Toiba, à qual a Índia atribui os atentados de novembro em Mumbai.

A outra operação começou ontem à noite no distrito de Baramulla, informa a Polícia, onde as forças de segurança cercaram uma casa após receberem informações de que servia de cobertura para vários insurgentes.

"Os insurgentes foram ameaçados a se renderem. No entanto, começaram a atirar contra as tropas, o que fez com que acontecesse um confronto durante o qual a casa acabou destruída", disse à "Ians" um policial.

"Os cadáveres dos dois insurgentes apareceram entre os escombros esta manhã. Ainda continua na área uma operação de busca", acrescentou.

Leia mais sobre: Caxemira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.