MOGADÍSCIO - Pelo menos 10 pessoas, a maioria insurgentes islamitas, morreram e 37 ficaram feridas em confrontos entre os rebeldes somalis e as forças governamentais neste sábado ao norte de Mogadíscio.

Os combates aconteceram no bairro de Manbolyo, quando os insurgentes atacaram um posto das forças governamentais.

Um alto comandante militar também teria morrido nos combates, mas a informação não foi confirmada pelas autoridades.

O porta-voz das forças governamentais, Farhan Mohamed Arsanyo, mostrou à imprensa o corpo de um suposto combatente estrangeiro, que seria o comandante dos terroristas de Mogadíscio que combatem o governo.

"Era um cidadão afegão e morreu no distrito de Karan", declarou a respeito da localidade na zona norte da cidade.

Arsanyo informou que nove insurgentes foram capturados e que também serão mostrados à imprensa.

A milícia Hezb al-Islamiya (Partido Islâmico) afirmou que a informação é falsa.

Os islamistas dos "shebab" e a milícia Hezb al-Islamiya iniciaram em maio uma violenta ofensiva contra o governo do presidente somali, Sharif Sheikh Ahmed.

Leia mais sobre: Somália

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.