Combates matam ao menos 24 rebeldes e 11 soldados no Paquistão

Confrontos ocorreram durante a madrugada em região tribal; milícia do Taleban confirma a morte de apenas dois militantes

iG São Paulo |

Pelo menos 24 insurgentes e 11 soldados morreram em combates nesta madrugada na região tribal paquistanesa de Mohmand, no noroeste do país na fronteira com o Afeganistão, informaram nesta sexta-feira autoridades locais. A milícia islâmica do Taleban, porém, confirmou a morte de apenas dois de seus combatentes.

Um grupo de cerca de 150 fundamentalistas haviam lançado ataques coordenados contra cinco postos da guarda fronteiriça paquistanesa, o corpo responsável pela segurança em Mohmand e outras zonas do cinturão tribal. "O ataque foi repelido e 24 terroristas morreram. Os outros escaparam deixando corpos para trás", disse uma fonte.

Desde 6 de dezembro, quando um duplo atentado suicida contra um comitê de paz em Mohmand deixou 40 mortos, vários combates foram registrados entre as forças de segurança e os rebeldes nessa região tribal. O Paquistão lançou em meados de 2008 uma grande operação contra a insurgência taleban em Mohmand.

Em diversas ocasiões, o comando militar assegurou que a área eliminou a presença de fundamentalistas, mas a violência no local continua ocorrendo com relativa frequência. O Exército paquistanês combate atualmente os insurgentes em numerosas frentes das áreas tribais.

Corpos

O administrador de Mohmand, Amjad Ali Khan, disse que as tropas do governo “repeliram” os ataques dos militantes. Segundo Khan, além dos 11 soldados mortos, outros 12 ficaram feridos. “As tropas responderam com fogo de artilharia e tiros a partir de helicópteros, matando 24 militantes”, disse ele. “Sete de seus corpos estão em nosso poder.”

Sajjad Mohmand, porta-voz do Taleban em Mohmand, disse porém à BBC que apenas dois membros do grupo foram mortos nos ataques.

Mohmand é um ponto de trânsito para os insurgentes que cruzam a fronteira entre o Paquistão e o Afeganistão, e uma base de apoio do Taleban e da Al-Qaeda.

O correspondente da BBC em Islamabad Aleem Maqbool diz que os militantes estão agindo para provar que podem realizar ataques, apesar da ofensiva militar contra eles.

*Com EFE e BBC

    Leia tudo sobre: ataquepaquistãoafeganistãomortestaleban

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG