Moscou, 21 mar (EFE).- Pelo menos nove guerrilheiros e cinco soldados morreram numa operação antiterrorista das forças de segurança numa região montanhosa do Daguestão, república russa que faz fronteira com a Chechênia, informou hoje um alto oficial das forças de ordem.

"Membros do Serviço Federal de Segurança (FSB, antigo KGB), junto com soldados das forças especiais do Ministério do Interior, encontraram os corpos de nove guerrilheiros a três quilômetros da aldeia de Kakashura", disse um alto oficial das forças de segurança à agência oficial russa "RIA Novosti".

Segundo a fonte, junto à essa localidade montanhosa, que fica cerca de 40 quilômetros ao sul de Mahatchkala, a capital do Daguestão, os guerrilheiros islâmicos mantinham uma base, na qual foram apreendidas armas e outros apetrechos.

A "RIA Novosti" informou que, desde os primeiros combates com os guerrilheiros, na última terça-feira, cinco soldados das tropas do Ministério do Interior perderam a vida e três ficaram feridos.

O Ministério do Interior do Daguestão disse que, até o momento, matou até 15 membros do grupo guerrilheiro, que ontem foi completamente cercado pelas forças de segurança nas proximidades de Kakashura. EFE bsi/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.