Mogadíscio - Dezenas de pessoas morreram na capital da Somália nos últimos dois dias, depois que se intensificaram os combates de tropas somalis e etíopes contra milicianos islâmicos, informaram hoje emissoras locais.

Segundo a rádio "Shabelle", os combates de hoje deixaram pelo menos doze mortos, incluindo baixas militares e vítimas civis, por causa de troca de fogo entre os dois lados no norte de Mogadíscio.

As tropas etíopes, aliadas dos soldados somalis, estão castigando áreas povoadas da capital onde suspeitam que há a mobilização dos combatentes islâmicos, acrescentou a emissora.

Centenas de pessoas começaram a sair dos bairros onde ocorrem os combates.

Neste sábado, pelo menos 20 pessoas morreram devido aos choques armados. Os confrontos são os mais intensos registrados na Somália em várias semanas.

Desde janeiro do ano passado, cerca de 7.000 pessoas, tanto civis quanto militares, morreram devido aos enfrentamentos entre os milicianos islâmicos e as tropas governamentais.

Leia mais sobre: Somália

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.