Islamabad, 4 ago (EFE).- Pelo menos sete pessoas morreram durante um combate entre as forças de segurança paquistanesas e um grupo de insurgentes na região tribal do Waziristão do Norte, na fronteira com o Afeganistão, informou hoje uma fonte oficial.

Quatro membros das forças de segurança e três civis morreram no confronto registrado na segunda-feira em Miran Shah, capital do Waziristão do Norte, segundo a fonte, citada pelo canal televisivo "Dawn".

Os quatro agentes morreram quando um grupo de insurgentes atacou um posto militar e outros seis membros das forças de segurança ficaram feridos.

Começou então um combate de cerca de duas horas no qual morreram três civis e outros quatro ficaram feridos, segundo a fonte.

As autoridades anunciaram em 15 de junho uma ofensiva "em grande escala" contra o líder dos talibãs paquistaneses, Baitullah Mehsud, e sua rede terrorista, mas, desde então, foram registrados apenas alguns bombardeios e choques esporádicos na área.

O Exército, que informa diariamente sobre sua operação no Vale de Swat e distritos vizinhos, insiste, desde então, em que se está na fase preparatória para lançar um ataque militar em Waziristão do Sul. EFE igb-amp/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.