O chefe do Comando Sul dos Estados Unidos, almirante Jim Stavridis, elogiu o profissionalismo e a coragem dos militares colombianos que conseguiram a libertação de 15 reféns, entre eles Ingrid Betancourt e três americanos, Thomas Howes, Marc Gonsalves e Keith Stansell.

Os três americanos realizavam uma missão antidrogas na Colômbia e foram capturados quando o avião do Comando Sul em que viajavam foi derrubado pelas Farc em fevereiro de 2003.

"Conseguir a libertação de Marc, Keith e Tom era uma prioridade do Comando Sul desde o dia em que foram capturados pelas Farc. Elogiamos a dedicação, o profissionalismo e a coragem dos militares da Colômbia e das forças de segurança que intervieram nessa bem sucedida operação", assinalou o oficial.

jco/lm/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.