Comando de elite alemão detém líder talibã no Afeganistão

Berlim, 7 mai (EFE).- Um comando de elite alemão deteve hoje um líder talibã supostamente responsável por vários atentados contra as tropas internacionais no Afeganistão e por pelo menos um contra soldados da Alemanha, informaram fontes do Ministério da Defesa em Berlim.

EFE |

A operação de detenção deixou um soldado alemão ferido, acrescentaram as fontes, que identificaram o detido como Abd Al Racik, líder da milícia radical na província afegã de Badakshan.

O Ministério da Defesa alemão confirmou assim informações divulgadas pela edição digital da revista "Der Spiegel", segundo as quais o detido estaria em estreito contato com a cúpula talibã no Paquistão.

O líder capturado estava sob vigilância do comando de elite há meses e a operação foi preparada detalhadamente.

Desde o início da missão da Alemanha no Afeganistão, em 2002, 32 soldados alemães morreram no país asiático, 13 deles em atentados.

Há uma semana, um atentado nos arredores de Kunduz deixou um militar alemão morto e quatro feridos. O crime ocorreu durante a visita surpresa do ministro de Assuntos Exteriores alemão, Frank-Walter Steinmeier.

Tanto a chanceler alemã, Angela Merkel, quanto Steinmeier garantiram após esse ataque que Berlim manterá seu compromisso com o futuro do Afeganistão. EFE gc/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG