O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, nomeou nesta quarta-feira o comandante das forças militares dos Estados Unidos no Iraque, general David Petraeus, como o novo chefe do Comando Central Militar americano, também conhecido como CentCom. O Centcom cobre uma área que vai do chifre da África até a região central da Ásia, incluindo todas as operações no Iraque e Afeganistão.

Segundo o correspondente da BBC para o setor de segurança Rob Watson, esta foi uma grande promoção para o general, que é um dos militares favoritos do presidente americano, George W. Bush.

A indicação de Petraeus para o cargo ainda precisa ser aprovado pelo Senado americano.

Petraeus vai substituir o comandante das forças americanas no Iraque e no Afeganistão, o almirante William Fallon, que renunciou ao cargo em março devido às supostas diferenças com Bush em relação ao Irã.

Em uma entrevista coletiva em Washington, Robert Gates, afirmou que nomeou Gates Petraeus como o novo comandante do Centcom, pois tem "confiança absoluta de que ele é o melhor homem para este trabalho".

"Os tipos de conflitos que estamos enfrentando, não apenas no Iraque, mas no Afeganistão, e alguns dos desafios que estamos enfrentando em outros lugares da região e na área do Comando Central, estão caracterizados como conflitos armados assimétricos e não conheço ninguém nos Estados Unidos melhor qualificado para liderar estes esforços", afirmou.

Para Gates, o papel atual do CentCom significa que seu comandante precisa saber lidar com conflitos não-convencionais e lutar contra insurgentes.

Favorito de Bush
Robert Gates afirmou que Petraeus não deve deixar o Iraque até o final do primeiro semestre ou início do segundo, uma vez que o Senado aprove sua indicação.

Segundo o secretário de Segurança, a análise do nome de Petraeus pelo Senado deve ocorrer no dia 26 de maio, e pediu que os senadores sejam "rápidos".

O ex-vice-comandante das forças militares dos Estados Unidos no Iraque, general Ray Odierno, foi indicado para substituir Petraeus no Iraque.

O correspondente da BBC para o setor de segurança afirma que Petraeus recebeu os créditos pelo sucesso militar na operação de combate à violência no Iraque, na qual o número de soldados americanos no país aumentou.

E a nomeação do general para o CentCom, segundo o correspondente, pode significar a continuidade da política militar americana no Iraque e, em particular, a continuidade da idéia de que os soldados não devem ser retirados do país tão cedo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.