Comandante do Taliban é morto e outro se rende no Afeganistão

CABUL (Reuters) - Um comandante da milícia Taliban no sul do Afeganistão entregou-se às autoridades paquistanesas, e as forças britânicas mataram um outro dirigente, segundo relatos militares na terça-feira. O mulá Rahim, comandante máximo na província de Helmand, se rendeu depois de as forças britânicas terem matado outros dois líderes do grupo em pouco mais de três semanas.

Reuters |

Horas depois da rendição, na manhã de segunda-feira, um míssil britânico matou outro comandante taliban, Abdul Rasaq, o 'mulá Sheikh', nos arredores de Musa Qala, em Helmand. Três outros insurgentes também morreram.

O tenente-coronel Robin Matthews, porta-voz do Exército britânico, disse em nota a 'a estrutura da alta liderança do Taliban sofreu um golpe destruidor'.

A cidade de Musa Qala ganhou importância simbólica desde que os combatentes do Taliban expulsaram as forças britânicas de lá, no final de 2006. Em fevereiro de 2007, a guerrilha voltou a assumir o controle da cidade, um centro produtor de ópio. Forças afegãs, norte-americanas e britânicas tornaram a conquistá-la em dezembro, mas ainda há milicianos ativos nos arredores.

(Reportagem adicional de Hamid Shalizi, Yousuf Azimy e Sharafuddin Sharafyar)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG