Comandante da ISS quebrará recorde de permanência no espaço para americanos

Moscou, 15 abr (EFE).- A atual comandante da Estação Espacial Internacional (ISS), Peggy Whitson, marcará amanhã um novo recorde de permanência no espaço para um astronauta americano, com 374 dias.

EFE |

"Em 16 de abril, Whitson estabelecerá recorde de estadia acumulada no espaço", informou hoje o representante da Nasa (agência espacial americana) na Rússia, Serguei Puzanov.

A comandante, que soube de sua façanha por um correspondente da agência russa "RIA Novosti", mostrou-se "encantada", embora tenha negado que vá comemorá-la de uma maneira especial.

"Certamente, passarei esse dia como qualquer outro", disse a astronauta, que quebrou a marca de seu compatriota Michael Foale.

Peggy Whitson, que se tornou, em 19 de outubro do ano passado, a primeira mulher a comandar a ISS, também ostenta o recorde de tempo no exterior da plataforma orbital após participar de cinco caminhadas espaciais.

Whitson voltará à Terra no dia 19 junto a seu companheiro de expedição, o russo Yuri Malenchenko, e à primeira astronauta sul-coreana, Yi Sob-yeon.

O recorde absoluto de permanência ininterrupta no espaço pertence ao russo Valeri Poliakov, que ficou 437 dias a bordo da estação espacial Mir. EFE io/mac/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG