Com um mês no poder, Obama impõe um estilo mais informal à Casa Branca

Ao completar um mês no cargo, o presidente americano Barack Obama impôe um estilo mais despojado à Casa Branca, o que contrasta fortemente com os hábitos de seu antecessor, George W. Bush.

AFP |

De sua vestimenta até sua agenda, Obama introduziu um decoro um pouco mais informal ao dia a dia da presidência. Por exemplo, ele recebe seu relatório sobre a inteligência e a economia depois das 09H00, duas horas mais tarde do que o fazia Bush.

E já se sabe que ele, às vezes, fica trabalhando até depois da meia-noite, uma grande diferença em relação a seu antecessor, que encerrava o expediente mais cedo.

"O estilo informal (de Obama) é um forte contraste com o do presidente Bush. Ele é mais informal na aparência", comenta Julian Zelizer, professor de história e assuntos públicos da Universidade de Princeton.

Uma dass primeiras fotos de Obama na Casa Branca o mostra sentado no salão oval com as mangas arregaçadas, uma atitude que teria sido considerada heresia nos tempos de Bush.

"É preciso existir um código de vestimenta respeitoso", afirmou o primeiro chefe de gabinete de Bush, Andrew Card ao programa de tv Inside Edition. "Gostaria que ele usasse paletó e gravata", indicou.

"Estamos com as mangas arregaçadas porque temos que en mangas de camisa porque tenemos que limpar a desordem que herdamos", retrucou o assessor de Obama, David Axelrod, em uma entrevista ao Washington Post.

Em termos de viagens, Obama voltou pela primeira a Chicago desde que assumiu apenas na sexta-feira passada, no dia de São Valentim, para poder passar o feriado com sua família.

Bush passou 490 dias de sua presidência no rancho de Crawford, Texas, e 487 na casa de veraneio presidencial de Camp David, de acordo com o canal CBS.

Espera-se que Obama realiza viagens domésticas pelo menos uma vez por semana. Na próxima, irá ao Colorado e ao Arizona.

Com uma longa bagagem de viagens e criado em lugares tão distantes quanto Indonésia e Havaí, Obama certamente porá por terra a tradição de Bush de curtas visitas ao exterior e passará mais tempo com outros líderes e percorrendo suas cidades.

"O estilo do presidente Obama é mais acessível e aberto do que o que vimos no governo anterior. É um estilo que o ajudará durante um período de grandes dificuldades econômicas", afirmou Darrell West, diretor de estudos sobre governabilidade do Brookings Institution.

"Durante as crises, o povo quer um líder com o qual possam se relacionar e que entenda sua dor. Seu estilo será um bônus tremendo para ele em seus primeiros dias como presidente".

"Bush era mais formal e menos abeto. Criticava seus membros de gabinete ou assessores que chegavam ao salão oval sem paletó e gravata. Seu estilo pessoal formal o isolava das pessoas comuns e eventualmente criou um abismo entre ele e os eleitores", afirmou West.

Existe uma lenda na Casa Branca de que Bush deixou Colin Powell - secretário de Estado em seu primeiro mandato - de fora de uma reunião de gabinete porque ele não chegou na hora marcada.

oh/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG