saída de Gilberto Gil do Ministério da Cultura, o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva perde seu trovador, afirma uma reportagem do jornal espanhol El Mundo. O artigo da versão on line do diário - que também registra brevemente o fato na versão impressa desta quinta-feira - diz que Gil deixa o Ministério com um balanço positivo, ainda que isso o tenha impossibilitado de fazer tantos shows quanto gostaria." / perde seu trovador , diz jornal - Mundo - iG" / saída de Gilberto Gil do Ministério da Cultura, o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva perde seu trovador, afirma uma reportagem do jornal espanhol El Mundo. O artigo da versão on line do diário - que também registra brevemente o fato na versão impressa desta quinta-feira - diz que Gil deixa o Ministério com um balanço positivo, ainda que isso o tenha impossibilitado de fazer tantos shows quanto gostaria." /

Com saída de Gil, Lula perde seu trovador , diz jornal

BRASÍLIA - Com a http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/07/30/gilberto_gil_deixa_o_ministerio_da_cultura_1482664.htmlsaída de Gilberto Gil do Ministério da Cultura, o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva perde seu trovador, afirma uma reportagem do jornal espanhol El Mundo. O artigo da versão on line do diário - que também registra brevemente o fato na versão impressa desta quinta-feira - diz que Gil deixa o Ministério com um balanço positivo, ainda que isso o tenha impossibilitado de fazer tantos shows quanto gostaria.

BBC Brasil |

Agência Brasil
gil
Gil se reuniu com Lula nesta quarta-feira

"Gil, de 65 anos e um dos mais emblemáticos representantes da música popular brasileira, disse que pretende deixar que as coisas ocorram com normalidade", disse o jornal, em artigo intitulado "Lula perde seu trovador".

Segundo o El Mundo, Gil adotou um "claro tom de despedida" ao falar em um evento no Rio de Janeiro, antes mesmo de apresentar sua demissão a Lula.

"Espero que tenha sido importante para o Brasil que um artista tenha desempenhado com relativa facilidade o papel de ministro", disse o cantor, de acordo com o jornal.

A reportagem ressalta que, durante sua gestão, Gil "incluiu no património nacional expressões culturais como a capoeira, o frevo, o samba de roda e a pintura corporal dos índios".

Ao deixar o Executivo federal, o artista apenas realiza um desejo - o de voltar aos palcos - que já vinha alimentando desde o ano passado.

"(O ministro) já havia deixado claro que renunciaria em 2008 devido a que os discursos estavam prejudicando (sua voz)", escreveu o El Mundo.

Leia também:

Leia mais sobre Gilberto Gil

    Leia tudo sobre: gilberto gilministério da cultura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG