Com impulso do celular, China atinge 420 milhões de internautas

Crescimento das conexões por meio de telefonia celular coloca 31,8% do país na internet

EFE |

O número de usuários chineses da internet atingiu 420 milhões no fim de junho, o maior do mundo, graças ao aumento das conexões por meio da telefonia celular, informou hoje o Centro de Informação de Rede e Internet da China (CNNIC, na sigla em inglês).

Desde dezembro de 2009, segundo o relatório de CNNIC, 36 milhões a mais de chineses se somaram a estes serviços. O dado representa que 31,8% do país mais povoado do mundo (1,320 bilhão de habitantes) usa internet, em comparação com 28,9% do fim de 2009.

O aumento de clientes que se conectam pelo celular foi o principal impulso para o aumento do dado, com 277 milhões de proprietários de celular com acesso à rede que representam 65,9% do total de internautas chineses.

Getty Images
Chinês navega na internet pelo celular em Pequim

O número de clientes chineses que se conectam através de celular aumentou desde o fim de 2009 até o fim de junho em 43,34 milhões, acrescenta o relatório oficial.

Ao menos 49,14 milhões de chineses se conectam a internet pelos celulares, o que indica o enorme potencial para a indústria móvel de internet, segundo o CNNIC. De forma paralela, os negócios pela rede cresceram em grande velocidade, já que 140 milhões, ou 10% da população chinesa, realizam compras pela internet.

Mais de 128 milhões usam os sistemas de pagamento de internet e 122 milhões são clientes de serviços bancários "online". O principal problema dos internautas chineses, no entanto, é a falta de segurança e os vírus, já que 60% sofreram ataques de "hackers" ou de vírus nos primeiros seis meses do ano.

O relatório indica que mais de 30% de chineses denunciaram o roubo de suas senhas de internet. China superou aos EUA como maior mercado de internet do mundo em fevereiro de 2008, quando alcançou os 221 milhões de usuários.

Getty Images
Chinês usa internet em lan house no centro de Pequim

    Leia tudo sobre: Chinainternet

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG