Com ajuda da polícia brasileira Austrália prende 19 por pornografia infantil

A polícia australiana anunciou nesta quinta-feira que, alertada pela polícia do Brasil, prendeu 19 homens, e espera deter outros, ligados a uma rede mundial de distribuição de pornografia infantil, na qual estariam envolvidas mais de 200 pessoas em 70 países.

AFP |

A polícia federal da Austrália identificou mais três suspeitos, depois de investigar por um ano uma rede de distribuição de vídeos e imagens de pornografia infantil pela internet.

As detenções foram efetuadas nos estados australianos de Nova Gales do Sul, Victoria e Queensland. Os agentes apreenderam mais de 15.000 vídeos e 500 mil fotos, nas quais se viam abusos de crianças, inclusive de apenas um ano de idade.

"Os vídeos apreendidos na operação estão entre os piores que já vimos", disse o oficial Andrew Colvin. "Em alguns deles se viam abusos sexuais contra crianças que duravam mais de duas horas", acrescentou.

"Mais de 200 suspeitos foram identificados em mais de 70 países", afirmou Colvin, antes de lembrar que ver e compartilhar pornografia infantil é crime segundo a legislação internacional.

Outro coordenador da operação, o oficial Neil Geughan, disse que as imagens de abusos sexuais envolvem crianças de todo o mundo. "Não se trata apenas de crianças brasileiras", afirmou ao canal Australian Broadcasting Corporation.

"Estamos recebendo informações que indicam que as imagens procedem, a princípio, do leste da Europa e das Américas do Norte e do Sul", acrescentou.

Leia mais sobre pedofilia

    Leia tudo sobre: pedofilia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG