Com 98,74% dos votos apurados, Carta segue apoiada pela maioria no Equador

Quito, 1 out (EFE).- O sim à nova Constituição impulsionada pelo Governo do Equador se consolida com 63,94% dos votos, uma vez apuradas 98,74% das urnas do referendo realizado no domingo passado, informou hoje o Tribunal Supremo Eleitoral (TSE).

EFE |

Com essa porcentagem apurada, o "não" à Constituição chega a 28,09%, enquanto os votos nulos atingem 7,23% e os em branco alcançam 0,74%, segundo o TSE.

Em números absolutos, foram registrados 4.689.022 votos a favor da Carta e 2.059.769 contra.

De um total de 38.901 Juntas Receptoras de Votos (JRV), o TSE já adiantou o resultado de 38.412 delas.

Segundo o TSE, ainda faltam ser apurados os votos dos equatorianos no exterior, assim como os das províncias amazônicas de Morona, Santiago e Pastaza, onde já foram contabilizados 88,08% e 80,30%, respectivamente.

A apuração dos 100% dos votos em Guayaquil, principal cidade do Equador, cujo prefeito, Jaime Nebot, é contrário à nova Constituição, confirmou que o "não" superou o "sim" com 46,97% (553.184 votos) contra 45,68% (538.019). EFE sm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG