Colombianos querem reunir 1 milhão de mensagens para seqüestrados

Bogotá, 13 dez (EFE).- Um grupo de jovens colombianos empreendeu uma campanha com a qual aspira a recolher um milhão de mensagens às pessoas seqüestradas, para cumprimentá-las na época do Natal e registrar um recorde mundial.

EFE |

A campanha promovida pelo movimento "Colômbia sou eu" começou em 28 de novembro e a coleta de mensagens terminará em 20 de dezembro, disse hoje à agência Efe a publicitária María Lucía Bermúdez, uma das líderes da campanha.

Ela explicou que as mensagens podem ser enviadas por telefone, por e-mail, por skype ou por fóruns sociais da internet em formato escrito, áudio, vídeo ou entrando no portal www.hoyporticolombia.org.

Bermúdez precisou que as mensagens podem ser enviadas em qualquer idioma e os remetentes podem ser de qualquer nacionalidade.

Os organizadores buscarão registrar o número de mensagens reunidas no Livro de Recordes - Guiness Book.

Bermúdez explicou que a idéia surgiu da passeata que aconteceu em 4 de fevereiro em toda Colômbia e em diversas cidades do mundo para pedir o fim dos seqüestros cometidos pela narcoguerrilha Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Dessa vez mais de 300 mil pessoas aderiram à convocação feita por meio da rede virtual Facebook.

Os promotores da iniciativa planejam ler parte das mensagens por rádio durante o primeiro semestre de 2009, levar alguns deles à selva e fazer uma exposição. EFE gta/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG