Don Diego confessa tráfico de drogas em tribunal de Miami - Mundo - iG" /

Colombiano Don Diego confessa tráfico de drogas em tribunal de Miami

Miami, 11 ago (EFE).- O colombiano Diego Montoya, conhecido como Don Diego, suposto chefe do cartel do Norte del Valle, se declarou hoje culpado de três acusações relacionadas ao narcotráfico, após chegar a um acordo com a Procuradoria para receber uma sentença menos severa.

EFE |

Montoya admitiu sua culpa em duas das acusações apresentadas pela Procuradoria em Miami sobre tráfico de cocaína e obstrução à Justiça, e de outra acusação sobre crime organizado apresentado em um caso diferente em um tribunal de Washington.

Como resultado do acordo com Montoya alcançado em um tribunal de Miami, a Procuradoria dos Estados Unidos desprezou as outras 14 acusações.

O acordo com a Procuradoria inclui uma indenização de US$ 500 mil aos parentes da testemunha federal Jairo García, que foi sequestrado, torturado e assassinado pela organização do cartel de Norte del Valle.

A Procuradoria pediu a pena máxima contra "Don Diego", de 45 anos, e espera-se que a sentença seja divulgada em Miami em outubro.

"Don Diego" era considerado o chefe do cartel do Norte del Valle, que conseguiu superar em poderio o de Cali, na mesma região do sudoeste da Colômbia, segundo as autoridades colombianas.

Montoya esteve na lista dos dez foragidos da Justiça mais procurados do mundo e chegou a ser oferecida por ele uma recompensa de US$ 5 milhões.

Eugenio Montoya, irmão de "Don Diego", conseguiu um acordo com a Procuradoria Federal dos Estados Unidos e se declarou culpado, em janeiro, de conspiração em tráfico de drogas e obstrução à Justiça.

Em 2005, outro irmão de Eugenio e Diego, Juan Carlos, e seu primo Carlos Felipe Toro Sánchez foram extraditados aos Estados Unidos para responder a acusações de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

Os dois se declararam culpados de conspirar para entrar com cocaína no país.

Juan Carlos Montoya foi sentenciado a 21 anos de prisão e Carlos Felipe Toro Sánchez, a 19 anos. EFE sob/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG