Colômbia resgata equatoriano sequestrado pelas Farc

BOGOTÁ (Reuters) - O Exército da Colômbia resgatou na terça-feira um agricultor equatoriano sequestrado no país por supostos guerrilheiros da Farc, num dos vários incidentes habitualmente registrados na fronteira, segundo fontes militares. O resgate de José Patrício Lucero, que estava sequestrado desde o dia 26, ocorreu perto de Ipiales, no Departamento de Nariño, em território colombiano. De acordo com o Exército, rebeldes ligados às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) exigiam 40 mil dólares pela libertação dele.

Reuters |

Na operação, em coordenação com a polícia equatoriana, foram capturadas três pessoas acusadas de pertencer às Farc.

Colômbia e Equador têm 586 quilômetros de fronteira comum, ao longo da qual foi detectada a presença de guerrilheiros ligados à produção e ao tráfico de cocaína, segundo o governo colombiano.

As relações entre os dois países estão suspensas desde março, por causa de uma ação militar colombiana contra as Farc em território equatoriano, que provocou 25 mortes, inclusive do dirigente rebelde Raúl Reyes.

Enquanto o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, garante que as Farc mantêm acampamentos no Equador, seu colega equatoriano, Rafael Correa, nega e diz que o tráfico e a guerrilha são um problema de Bogotá, não de Quito.

A Colômbia disse em setembro que quatro funcionários da Procuradoria Geral foram sequestrados pelas Farc e levados para o Equador antes de serem soltos.

Uribe anunciou na semana passada que não viajará ao Equador para participar de uma cúpula de presidentes da Comunidade Andina de Nações, convocada por Correa.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG