Colômbia registra 1ª morte pela gripe

Bogotá, 9 jun (EFE).- Uma mulher morreu no fim de semana passado em Bogotá em decorrência da gripe suína e se transformou na primeira morte causada pela doença na Colômbia e a terceira na América do Sul, informaram hoje as autoridades de saúde.

EFE |

O ministro de Proteção Social, Diego Palacio, explicou que a paciente, de 24 anos, estava internada no Hospital de Meissen, no sul da capital colombiana, onde morreu neste fim de semana por uma pneumonia severa derivada do vírus.

Palacio se declarou "preocupado" porque a mulher contraiu o vírus por "uma circulação autóctone", ou seja, ela não teve contato com pessoas que tenham saído ao exterior.

"Isso confirma que o vírus está presente em território nacional e que está começando a circular sem necessidade de que seja importado", acrescentou.

Já o secretário de saúde de Bogotá, Héctor Zambrano, assegurou que é a primeira morte pela doença na Colômbia e que a confirmação foi feita em boa parte porque o marido e filho da vítima deram positivo como portadores do vírus AH1N1.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE fer/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG