Bogotá, 24 abr (EFE).- A Colômbia anunciou hoje que enviará ao Equador uma nota de protesto devido a declarações do presidente equatoriano, Rafael Correa, na qual este se mostra a favor de dar status de organização beligerante às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) se a guerrilha abandonar práticas como o seqüestro.

O chanceler colombiano, Fernando Araújo, disse à "Rádio Caracol" que um Governo democrático como o equatoriano "não pode aparecer agora interessado em conceder condição de beligerância a um grupo terrorista". EFE jgh/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.