BOGOTÁ (Reuters) - A polícia da Colômbia divulgou na terça-feira a prisão do guerrilheiro acusado de matar um ex-governador e um ex-ministro de Defesa durante uma frustrada tentativa de resgate pelo Exército. José Wilder Pino, conhecido como El Pillo, e nove outros guerrilheiros foram presos durante operações nos municípios de Urrao, Frontino e Abriaqui, no Departamento de Antioquia, e no município de Cúcuta, Departamento de Norte de Santander, segundo o general Orlando Páez, diretor de segurança cidadã da Polícia Nacional.

Pino integrava a Frente 34 das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), e foi quem baleou e matou o ex-governador de Antioquia Guillermo Gaviria e o ex-ministro Gilberto Echeverry, em maio de 2003.

"É o responsável pela autoria material do homicídio do senhor ex-ministro de Defesa e do ex-governador do Departamento de Antioquia", disse Páez em entrevista coletiva.

Os dois políticos estavam seqüestrados e faziam parte de um grupo de mais de 40 reféns que as Farc pretendiam trocar por milhares de guerrilheiros presos.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.