Colômbia ordena extradição de 15 ex-líderes paramilitares aos EUA

Bogotá - O governo colombiano ordenou na madrugada de hoje de forma surpreendente a extradição aos Estados Unidos de 15 líderes paramilitares desmobilizados por narcotráfico, segundo informa o diário El Espectador em sua edição eletrônica.

EFE |

Os ex-paramilitares foram transferidos de diferentes prisões do país ao aeroporto militar de Catam, nas cercanias de Bogotá.

Agentes da Agência Antidrogas dos Estados Unidos (DEA) esperavam no aeroporto de Catam pelos paramilitares desmobilizados para trasladá-los imediatamente aos Estados Unidos, onde são acusados de crimes de narcotráfico, segundo o jornal "El Espectador".

Segundo o diário, o Governo colombiano teria suspendido a proibição de extradição dos 15 ex-paramilitares, assim como ocorreu com o ex-chefe paramilitar Carlos Mario Jiménez, extraditado aos EUA no último dia 7, acusado de narcotráfico e lavagem de dinheiro.

    Leia tudo sobre: colômbia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG