Colômbia nega que brasileiros já estejam preparando resgate

Bogotá, 23 fev (EFE).- O alto comissário para a Paz colombiano, Frank Pearl, negou hoje que uma delegação brasileira esteja no país antecipando a preparação logística para a libertação de dois reféns em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

"Esclarecemos que a informação entregue por monsenhor Juan Vicente Córdoba, secretário da Conferência Episcopal, com relação á chegada de uma delegação técnica do Brasil para avançar na operação de libertação não é certa", disse Pearl.

Vicente Córdoba tinha dito anteriormente que uma comissão de técnicos brasileiros já estava na Colômbia para preparar a logística do resgate.

O comissário pediu prudência aos aliados e mediadores sobre a informação que fornecem sobre a operação.

As Farc anunciaram no ano passado que entregariam os reféns Pablo Emilio Moncayo e Josué Daniel Calvo, além do corpo do policial Julián Guevara, morto em cativeiro.

Sequestrado desde dezembro de 2007, Moncayo é o refém mais antigo em poder das Farc. Calvo foi capturado em abril de 2009 e Guevara morreu em janeiro de 2006, oito anos depois de ser posto em cativeiro. EFE fer/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG