Colômbia levara à OEA vídeo sobre suposto financiamento das Farc a Correa

Bogotá, 21 jul (EFE).- O Governo colombiano anunciou hoje que entregará à Organização dos Estados Americanos (OEA) o vídeo completo no qual um chefe das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) menciona supostos financiamentos em dólares à campanha eleitoral de 2006 do presidente equatoriano, Rafael Correa.

EFE |

A informação foi divulgada pelo ministro das Relações Exteriores colombiano, Jaime Bermúdez, que já conversou com o secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza.

"Eu falei diretamente com o secretário da OEA. Certamente vamos enviar o vídeo em sua totalidade", explicou Bermúdez, ao acrescentar que o organismo também mandará o material para as autoridades do Equador.

Antes, Insulza disse em Washington que o vídeo no qual as Farc dizem ter contribuído financeiramente para a campanha do presidente equatoriano, divulgado na semana passada, "diz o que diz", mas que não viu a gravação completa.

Nas imagens, Víctor Julio Suárez Rojas, conhecido como "Jorge Briceño Suárez" ou "Mono Jojoy", membro do comando das Farc, também fala da morte do líder máximo da guerrilha, Pedro Antonio Marín, conhecido como "Manuel Marulanda Vélez" ou "Tirofijo".

Esse material foi confiscado por autoridades colombianas junto com pen drives e dois computadores. Todo o material estava sob posse de uma guerrilheira das Farc detida em Bogotá. EFE ocm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG