Colômbia extradita importante chefe do narcotráfico para os EUA

BOGOTÁ - A Colômbia extraditou nesta sexta-feira para os Estados Unidos Diego León Montoya, acusado de exportar centenas de toneladas de cocaína e considerado o principal chefe do narcotráfico no país.

Reuters |

Montoya, conhecido como "Don Diego", chegou a ter sua foto publicada pelo FBI ao lado da de Osama bin Laden, por ter sido um dos 10 homens mais procurados do mundo.

Ele foi chefe do Cartel do Norte do Vale, organização de narcotraficantes considerada a principal da Colômbia após o desmantelamento dos cartéis de Medellín e de Cali.

Nos Estados Unidos, Montoya será julgado em uma corte no sul da Flórida.

A extradição foi considerada pelo diretor da Polícia Nacional colombiana, general Oscar Naranjo, como a mais importante da história recente, depois da dos irmãos Miguel e Gilberto Rodríguez, os antigos chefes do Cartel de Cali.

"Essa extradição é provavelmente a mais importante dos últimos anos e mostra a vontade colombiana nessa luta onde não hesitamos em nenhum momento", disse o general.

"Essa extradição coincide com uma notícia alentadora, que indica que a luta contra o narcotráfico está dando frutos positivos... o preço da cocaína está disparado nos Estados Unidos, e a qualidade da droga caiu", acrescentou Naranjo.

O traficante foi capturado pelo Exército em setembro de 2007 e desde então estava em prisões de segurança máxima.

Autoridades da Colômbia e dos Estados Unidos ofereciam uma recompensa de até 5 milhões de dólares por informação que levasse à sua captura.

Leia mais sobre narcotráfico

    Leia tudo sobre: narcotráfico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG