Colômbia expulsa 25 militares por violação de direitos humanos

BOGOTÁ - A Colômbia destituiu nesta quarta-feira 25 efetivos do Exército, incluindo três generais, devido ao suposto envolvimento em casos de violação dos direitos humanos vinculados ao desaparecimento de 19 jovens que depois foram declarados como mortos em combate. Esta é a maior punição da história recente das Forças Militares da Colômbia, no momento em que grupos de direitos humanos acusam os militantes colombianos de cometerem atos ilegais em sua luta conta a guerrilha esquerdista, grupos armados ilegais e o narcotráfico.

Reuters |

"Nós não podemos permitir que sejam confundidas a eficácia na luta contra os delinquentes com a covardia para enfrentá-los e a distorção da eficácia, assassinando vítimas inocentes", disse o presidente Álvaro Uribe ao anunciar a demissão dos militares.

    Leia tudo sobre: colômbia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG