Colômbia espera resposta da Venezuela sobre supostas relações com ETA e Farc

Bogotá, 2 mar (EFE).- O chanceler colombiano, Jaime Bermúdez, disse hoje esperar que a Venezuela dê uma explicação satisfatória sobre a suposta cooperação de autoridades venezuelanas com a organização terrorista ETA e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

Em entrevista à rádio colombiana "Caracol", Bermúdez acrescentou que pediu aos responsáveis pela Embaixada colombiana na Espanha para que, caso seja possível, consigam o auto do caso, conduzido pelo juiz Eloy Velasco, da Audiência Nacional espanhola.

O ministro afirmou que a Colômbia continuará avançando rumo a uma interlocução com a Venezuela para que as relações bilaterais voltem ao normal - o presidente venezuelano, Hugo Chávez, as "congelou" em agosto passado.

"Nós temos que ser muito claros e decididos em defender os interesses do país e expressar as preocupações, e ao mesmo tempo ser prudentes", disse Bermúdez.

O ministro da Justiça da Espanha, Francisco Caamaño, assegurou hoje que o país vai "iniciar todos os mecanismos de cooperação jurídica internacional para obter as informações" de que Velasco precisa no processo.

Segundo Caamaño, logo que o Governo espanhol soube do auto da Audiência Nacional sobre as supostas relações de cooperação entre as Farc, ETA e pessoas vinculadas ao Governo venezuelano, "foi feita uma primeira gestão diplomática perguntando diretamente à Venezuela se havia algo".

O pedido de informação à Venezuela foi feito um dia depois de o juiz ditar um auto no qual acusa o Governo de Chávez de colaborar com uma suposta aliança entre ETA e Farc, que planejaria cometer atentados na Espanha contra membros do alto escalão colombiano, como o presidente Álvaro Uribe.

Ontem, Chávez chamou a acusação do juiz espanhol de "atraso de um passado colonial".

Também na segunda-feira, em comunicado, o Governo venezuelano rejeitou a denúncia e disse que tais "apontamentos inaceitáveis" são de "natureza e motivação política". EFE fer/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG