Colômbia espera assinar acordo militar com EUA em 2 semanas

Bogotá, 15 ago (EFE).- A Colômbia espera poder assinar em duas semanas o acordo que permitirá a utilização de bases militares no país aos Estados Unidos, depois que as negociações foram fechadas na sexta-feira, em Washington.

EFE |

As informações foram concedidas à Agência Efe por uma fonte vinculada ao Ministério da Defesa colombiano, que não forneceu mais detalhes.

Um breve comunicado do Governo colombiano confirmou ontem o fechamento das negociações sobre o acordo.

O pacto passará "agora por revisão técnica pelas instâncias governamentais de cada país, para sua posterior assinatura", acrescenta a mensagem divulgada pela Chancelaria colombiana.

"Tudo já está estipulado. Este instrumento agora passa para uma fase burocrática com analistas de cada Governo, que farão uma verificação", comentou o líder das Forças Militares da Colômbia, o general Freddy Padilla, em declarações publicadas hoje pelo jornal "El Tiempo".

O acordo, que afetou as relações entre o Governo de Álvaro Uribe e a Venezuela e o Equador, contempla o uso de até sete bases colombianas por militares americanos, para atividades contra o narcotráfico. EFE mb/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG