Colômbia: encontrado corpo de governador sequestrado

O corpo do governador da província colombiana de Caquetá, Luis Francisco Cuéllar, sequestrado na noite de segunda-feira, foi encontrado crivado de balas nesta terça, informaram as autoridades regionais.

AFP |

Segundo a governadora interina de Caquetá, Olga Patricia Vega, o ministro da Defesa, Gabriel Silva, "lhe comunicou a morte pessoalmente, por telefone".

"Já não temos dúvidas de que as Farc voltaram a atacar", disse Vega à Rádio Caracol.

O corpo de Cuéllar foi encontrado por camponeses "próximo ao local onde está um veículo incinerado utilizado no sequestro" do governador, revelou o site do jornal El Tiempo.

O cadáver estava a cerca de 15 km ao sul de Florencia (capital de Caquetá), com impactos de bala e cercado de explosivos, destacou o site.

Segundo o noticiário CM&, o corpo não pôde ser removido imediatamente pelo Exército por estar preso a vários explosivos, em uma zona minada pelos rebeldes.

O governador tinha sido capturado na segunda-feira, em um ataque das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) contra sua residência em Florencia.

Os guerrilheiros lançaram uma granada contra a casa do governador, e após troca de tiros com os seguranças de Cuéllar, levaram o político. O confronto matou um policial.

Fontes afirmam que o grupo que atacou a casa do governador tinha de 15 a 18 homens.

Atualmente, as FARC mantêm sequestrados 24 militares e policiais, alguns com mais de 10 anos de cativeiro. A meta é trocar pelo menos 22 deles por 500 rebeldes presos.

sab/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG