Colômbia diz ter matado 281 rebeldes no 1º semestre

Bogotá, 5 jul (EFE).- Um total de 281 guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), do Exército de Libertação Nacional (ELN) e de uma dissidência do desmobilizado Exército Popular de Libertação (EPL) foram mortos em combates e outras ações do Exército colombiano no primeiro semestre de 2009.

EFE |

Segundo o relatório do Exército, entre os mortos 256 pertenciam às Farc, 22 ao ELN e três ao EPL.

No mesmo período, foram também mortos 27 membros de grupos do crime organizado.

Apenas entre janeiro e junho deste ano, o Exército lançou cerca de dez mil operações militares que desencadearam em 834 combates.

Além disso, as tropas apreenderam 1.157 fuzis, 61 toneladas de explosivos e 800 mil balas. Também foram resgatados 41 sequestrados.

O Exército sofreu, por sua vez, 75 baixas entre seus membros nessas operações. EFE rrm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG