Colômbia divulga vídeo de resgate de Betancourt e mais 14 reféns

BOGOTÁ (Reuters) - A Colômbia divulgou na sexta-feira um vídeo da audaciosa operação militar na qual resgatou sã e salva a ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt, três norte-americanos e 11 membros do Exército e da polícia e que deixou em evidência o engano sofrido pelas Farc. Na gravação realizada pelo comando militar que executou o resgate e que se fez passar por uma organização humanitária fictícia em missão para transportar os reféns de um lugar a outro na selva se observa os prisioneiros a caminho da entrada de um helicóptero.

Reuters |

Nas imagens, editadas para proteger a identidade dos militares de inteligência e sob a observação dos supostos integrantes da missão humanitária, também aparece o helicóptero militar encoberto, pintado de branco e vermelho, mas sem nenhum emblema de alguma organização internacional.

A gravação também mostra vários guerrilheiros armados com fuzis e vestidos com uniformes camuflados em meio a um campo de folhas de coca, onde aterrizou a aeronave para recolher os reféns. Eles ficaram em terra logo após os prisioneiros entrarem a bordo, junto de dois líderes rebeldes que tinham a responsabilidade de cuidar deles.

O vídeo foi exibido depois de uma rádio suíça citar uma fonte anônima dizendo que a libertação foi resultado de um milionário pagamento a alguns membros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia para que entregassem os reféns.

No entanto, o governo colombiano, através de altos chefes militares, negou as versões e insistiu que se tratou de uma operação militar.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG