Colômbia cessa operações na selva para receber restos mortais de policial

Bogotá, 31 mar (EFE).- O Exército colombiano suspendeu hoje as operações na selva do sul do país para permitir a entrega, nesta quinta-feira, dos restos mortais do policial Julián Ernesto Guevara, refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) morto em cativeiro em 2006 O alto comissário para a paz da Colômbia, Frank Pearl, confirmou hoje a interrupção das operações, exigência contida nos acordos de segurança estipulados pelas Farc e o Governo colombiano para a entrega dos restos do major da Polícia As operações aéreas, terrestres e fluviais serão interrompidas entre 18h (20h, Brasília) de hoje e 6h (8h) de sexta.

EFE |

O cronograma da operação repetirá o padrão da libertação de domingo passado, na qual o soldado do Exército Josué Daniel Calvo foi solto após meses cativo, e da de ontem, que devolveu à família o também militar Pablo Emilio Moncayo depois de 12 anos em poder da guerrilha.

Segundo o comissário, a missão, que tem contribuição do Exército brasileiro, deverá estar na cidade de Villavicencio com os restos mortais do policial por volta das 11h (15h) de amanhã. EFE agp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG