Colômbia captura irmão gêmeo de traficante assassinado

A polícia colombiana disse ter capturado nesta sexta-feira um dos mais importantes traficantes de drogas do país, poucos dias depois de ter matado seu irmão gêmeo. Miguel Angel Mejía - que foi preso perto de Bogotá nesta sexta - e seu irmão, Victor Manuel, eram comandantes de milícias de extrema-direita na Colômbia.

BBC Brasil |

Eles eram conhecidos no mundo do crime como "os gêmeos".

Eles também administravam um poderoso cartel de drogas com centenas de integrantes na Europa, no México e nos Estados Unidos. Os gêmeos são acusados de serem responsáveis pelo tráfico de toneladas de cocaína para esses países.

As autoridades americanas haviam oferecido uma recompensa de US$ 5 milhões por cada um dos líderes.

Golpe
O correspondente da BBC na Colômbia, Jeremy McDermott, diz que a prisão e a morte dos irmãos Mejía são um duro golpe no crime organizado e no tráfico de drogas, dois negócios multibilionários no país.

No ano passado, três dos líderes do poderoso cartel Norte Del Valle também foram capturados. Muitos barões da droga da Colômbia estão deixando o país e gerenciando suas operações a partir do exterior.

Ainda assim, houve pouca redução na quantidade exportada de cocaína. Autoridades americanas dizem que até 1 mil toneladas da droga são exportadas por ano.

Segundo o correspondente da BBC, para cada líder de cartel capturado existem cinco criminosos preparados para assumir seu lugar.

O quilo de cocaína é avaliado em US$ 2 mil na Colômbia. O mesmo peso chega a valer US$ 25 mil nos Estados Unidos, US$ 60 mil no Reino Unido e até US$ 80 mil no Japão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG