A polícia da Colômbia apreendeu na noite de sábado 10 toneladas de cocaína, com valor estimado em US$ 200 milhões. A droga foi encontrada na cidade de Barranquilla, na costa do Caribe, em dois caminhões.

A cocaína estava escondida em caixas com massa de modelar para crianças.

O destino do carregamento era a cidade mexicana de Veracruz. Acredita-se que ele pertencia a Daniel Barrera, um dos maiores traficantes da Colômbia, também conhecido como 'El Loco'.

A operação para aprender a droga durou seis meses e foi comandada pelo chefe da força de polícia colombiana, o general Oscar Naranjo. A cocaína foi colocada em dois containeres, que estavam sendo transportados nos caminhões para um navio.

"Este é um golpe muito duro no tráfico de drogas", disse o general Naranjo.

El Loco é conhecido por se deslocar entre a Colômbia e a Venezuela, onde busca refúgio das forças de segurança colombiana e do departamento americano de combate às drogas.

O governo venezuelano não coopera com as agências antidrogas americanas. Alguns traficantes têm se aproveitado desta situação para usar a Venezuela como plataforma para transporte da cocaína e para se proteger da polícia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.