Colômbia anuncia ampliação de base na fronteira com Venezuela

Bogotá, 19 dez (EFE).- O Governo colombiano prevê ampliar e melhorar uma pequena base militar que existe em La Guajira, na fronteira com a Venezuela, para que possa abrigar entre 800 e mil soldados, anunciou hoje o Ministério da Defesa.

EFE |

De acordo com um comunicado do Ministério da Defesa, o ministro Gabriel Silva visitou nesta sexta-feira a base, onde o Governo pretende construir também um centro de atendimento integral às comunidades fronteiriças.

O ministro explicou que a base conta agora com apenas 50 militares e que há também um posto da Polícia com seis homens em condições, segundo ele, muito precárias.

Assim, o objetivo é ampliar a base para que possa abrigar entre 800 e mil militares, e transformá-la também em um centro de apoio às comunidades fronteiriças, formadas principalmente por indígenas.

O ministro não disse quando está previsto o início do projeto, mas se mostrou confiante em começar no princípio de 2010.

La Guajira e as demais regiões colombianas fronteiriças com a Venezuela são as que mais estão sofrendo com os efeitos das graves tensões entre os dois países.

Na fronteira, aconteceram nas últimas semanas vários incidentes violentos, com um saldo de mais de dez mortos, e seus habitantes são os mais prejudicados pela decisão do presidente venezuelano, Hugo Chávez, de "congelar" o comércio com a Colômbia.

Silva voltou a insistir ontem que existe um "bloqueio" econômico do Governo da Venezuela, que fez com que cerca de 170 mil colombianos perdessem o emprego.

O acordo que permite aos Estados Unidos usar bases militares na Colômbia está na origem da crise com a Venezuela, já que Chávez o taxa de "ameaça". EFE mb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG