Colômbia agradece Brasil por ajuda em resgate de reféns

Bogotá, 3 fev (EFE).- O Governo da Colômbia, por meio do chanceler Jaime Bermúdez, agradeceu hoje a ajuda do Brasil na libertação de três sequestrados pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

Bermúdez, que está de viagem pela Europa, disse numa declaração divulgada por seu escritório que já expressou seu agradecimento ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao ministro das Relações Exteriores Celso Amorim e ao embaixador do Brasil em Bogotá, Valdemar Carneiro Leão.

A Chancelaria colombiana também confirmou que, em 17 de fevereiro, o presidente colombiano, Álvaro Uribe, o chanceler Bermúdez e o ministro do Comércio, Luis Guillermo prata, viajarão ao Brasil para falar do comércio bilateral.

"Nós não temos mais palavras de agradecimento e assim nos expressamos ao chanceler do Brasil, ao presidente Lula e ao embaixador do Brasil na Colômbia, pela forma como eles, discretamente, silenciosamente e com o ânimo de cooperar, nos acompanharam neste processo", disse Bermúdez.

O Brasil emprestou os helicópteros e os tripulantes que, hoje e no domingo, resgataram na selva colombiana cinco reféns entregues pelas Farc. EFE gta/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG