Colômbia agradece ajuda da França com libertação de reféns das Farc

Paris, 3 fev (EFE).- O ministro de Exteriores colombiano, Jaime Bermúdez, agradeceu hoje à França pelo compromisso com a libertação dos reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e pela luta contra o tráfico de drogas no país, em comparecimento com o chanceler francês, Bernard Kouchner.

EFE |

"Para a Colômbia, a política externa é integral" e engloba os aspectos políticos e comerciais, afirmou Bermúdez após a assinatura de uma série de acordos bilaterais em matéria de ensino superior.

Ele acrescentou que "a melhor política externa é uma boa política doméstica", e destacou que a "Colômbia obteve grandes avanços em segurança, em estabilidade econômica e em investimento social", o que permite que o país desenvolva uma "agenda internacional mais ousada".

A visita de Bermúdez à França, acompanhado do ministro do Comércio, Indústria e Turismo, Luis Guillermo Plata, serviu para "aprofundar" as relações bilaterais estipuladas há seis meses, acrescentou.

O chanceler citou como exemplos concretos os avanços da primeira reunião de trabalho do Mecanismo de Consultas Políticas, a negociação de um tratado de proteção ao investimento, o acordo para evitar a cobrança dupla ou a melhora da informação aos turistas franceses sobre a situação de segurança na Colômbia.

Bermúdez felicitou a França por sua liderança à frente da União Europeia (UE) no último semestre e pelo impulso que deu à relação entre a Comunidade Andina (CAN) e o bloco europeu. EFE jaf/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG